Então eu sou um rato

Arte de Art Spiegelman

.

Não tenho muitas visitas regulares nesse espaço. Eu mesmo não sou regular aqui, o que torna as visitas regulares mais improváveis.

Aparecem, isso sim, visitantes ocasionais. A grande maioria deles vem atrás de palavras chave que colocaram no Google. Muita gente cheg aaqui atrás de “Highlanders”. Não o filme, mas o grupo de extermínio da zona norte de São Paulo que foi notícia no ano passado. O palpite é que tem muito PM ou amigo de PM atrás dessas histórias.

Os policiais militares entraram de vez na luta por corações e mentes nos espaços virtuais. O Boca de Sabão, de quem sou fã, faz um enorme sucesso no Twitter. E existem vários blogs de – e para – policiais. Está se formando um público. Não tem problema nenhum nisso. Aliás, é ótimo que eles possam discutir e expor as opiniões deles sem que sejam advertidos por isso pelos superiores.

O único problema nisso é o mesmo problema da polícia, de uma maneira genérica. O corporativismo. Aposto que a grande, grande maioria dos policiais são pessoas honestas e corretas (o primeiro adjetivo se opõe à corrupção e o segundo à brutalidade). Mas o corporativismo os torna uma massa de gente com um discurso torto. Apareceu o seguinte comentário nesse espaço:

QUEM NAO GOSTA DE GATO É RATO, VÃO PRO INFERNO SEUS PAGA PAU DE VAGABUNDO DO CARALHO ! SEU TROMBAR VOCÊS NA RUA VOU ARRANCAR AS SUAS CABEÇAS TAMBÊM.

Assim mesmo, Caps Lock ativado. Bem, se “gato” aqui é sinônimo de “assassino”, então me encaixo na sua formulação. Não gosto de assassinos, e não importa se eles usam fardas ou não. Em relação à trombada e à arrancar minha cabeça, vou levar isso como uma outra metáfora infeliz e pouco elaborada.

5 Comentários

Arquivado em Brasil, Uncategorized

5 Respostas para “Então eu sou um rato

  1. connor macleod

    jamais esquecerei o mes de maio de 2006, 48 policiais mortos covardemente, pais de familia, trabalhadores que mantinham as suas familias com suor e sangue trocados por um salario miseravel, servindo a uma sociedade corrompida e de valores invertidos onde o policial e visto como vilao enquanto o bandido se torna o heroi das massas, bando de imbecis que sao muitas vezes comprados com um botijao de gas ou um saquinho de doces no dia das crianças, hoje eles oferecem balas e confeites, amanha vao viciar em drogas as suas crianças, nao percebem que estao sendo usados como escudos humanos, quantas vezes vi meus visinhos darem abrigo a foragidos e de contra partida entregarem aos bandidos informaçoes sobre a vida de policiais, todo mundo e contra a pena de morte ate que sinta na propria pele o julgo da marginelidade, a sociedade ipocrita nao a aplica, cega nao enxerga que esta sociedade paralela a muito a vem aplicando, por enquanto a vitima e o visinho entao que se foda, vaciloes amanha ou depois o crime vai invadir a sua vida tambem, e ai nao adiantara chorar o leite derramado, a melhor defesa e o ataque, remediar nao vai traser de volta as passoas que amamos e que foram trussidadas por essa corja de ratos sanguinarios, alguen tem que os deter, o estado ja provou o seu fracasso, nao vou ficar de braços cruzados enquanto esses ratos devorram as familias, quando eu chegar no inferno quero receber uma medalha do capeta em reconhecimento e agradecimento por ter devolvido a ele os seus filhos roedores imundos.

  2. Geórgia

    Parece que é regra que policiais brasileiros sofram de alguma espécie de transtorno pós traumático, assustadoramente parecido com os vividos por ex guerrilheiros. Sempre que abrem a boca é pra soltar um discurso desse, sofrer de uma dor que não é deles. Repito, não é deles, não é de vocês. Até os novatos sofrem disso, não sei se é efeito pós Tropa de Elite ou se já faz parte do treinamento, eu sei é que sabem falar muito dos “assassinos de nossas famílias, capetas imundos” que “viciam nossas crianças”. Tenham santa paciência, não falo dos que realmente vivem nisso, mas hoje em dia até amarelinho vem falar bobagem.

    • connor

      tenho 9 anos de experiência profissional, não sou amarelinho, sem ofender os que são; possivelmente parece-lhe confortavel pensar que os flagelos de seus semelhantes não te atingem, são nossas as crianças sim, o sangue justo derramado em vão, vaza de minhas veias tambem, egoismo achar que o flagelo do outro não nos diga respeito, tenho pena de ti, falta-lhe sensibilidade e eu lamento por ti, quando um destes demônios que respondem pelo pcc te tocar talves, se sobreviver como eu sobrevivi, talves então vc me entendo, esses ratos destruirão a minha vida, meus sonhos e planos, que bom que pra vc o mundo ainda lhe parece perfeito, não que estragar a tua fantasia mas um dia todos seremos acordados, vai chegar a tua vez, espero que sobreviva e então lutaremos juntos contra esse sistema corrompido, agora eles tem ate candidatos, não vai demorar a sociedade onesta precisar acordar e dar um basta nesta situação.

  3. se estivéssemos sob um regime militar não existiriam comando vermelho-RJ nem primeiro comando da capital-SP, parabéns revolucionários o Brasil graças a vocês estamos gozando de plena democracia. muito obrigado!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s