Outrage

Peguei o link no Twitter dessa história de um ativista anti-gay ter sido flagrado com um michê. Bem engraçada. Pela foto, o cara tem um baita jeito de viado enrustido mesmo.

Há um tempo lançaram um documentário chamado Outrage. Outrage mostra como políticos americanos publicamente anti-gays são, na verdade, enrustidos. Tem uns momentos engraçados. Uns republicanos que fazem a linha Tradição Família Propriedade em atividades muito suspeitas garantem umas risadas.

Mas não foram esses momentos engraçados que chamaram minha atenção. O que achei estranho é a maneira politizada como os gays ativistas tratam a questão de se declarar gay. Para o cineasta, sair do armário é uma decisão política, acima de tudo. É paradoxal que uma questão tão íntima seja colocado de uma maneira tão pública. A ideia é que se todos fizerem isso, toda a humanidade vai ter algum amigo/parente gay e a discriminação terminaria. No filme, isso sai da boca do Harvey Milk. Engraçado, acho que no Brasil ninguém pensa assim. É um dos poucos aspectos da relação entre as esferas pública e privada que a gente costuma marcar uma distinção muito forte.

No caso do Kassab foi assim. Muita gente acha que ele tem um jeitinho um pouco suspeito. Mas a ideia é que isso é essencialmente problema dele. Quando alguém tentou trazer isso à tona, esse alguém foi bastante censurado.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Documentário, Kassab, Política, Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s