Um fato inédito (pelo menos para mim)

(Um parêntesis. Não acompanho as discussões econômicas como gostaria e como costumava há quatro, cinco anos. Não existe mais Gazeta Mercantil, o que é uma pena. Nunca me adaptei direito ao Valor. E ainda nem abri o Brasil Econômico (que, por fora, parece ser bem legal). Assino feeds do Economix, do Paul Krugmann e do Freakonomics, mas várias vezes aperto o “marcar tudo como já lido” sem ter lido. Digo isso porque não quero parecer um grande especialista que não sou.)

O fato inédito. Sempre, sempre que o Copom sobe os juros uma renca de analistas desce o cacete. Os que eu gosto, principalmente. E alguns que eu não gosto também (a Fiesp costuma criticar aumento da Selic). O Banco Central já sinalizou que vai aumentar. E não vai ser pouco – um ponto, talvez. E as reações foram moderadas. Taí.

1 comentário

Arquivado em Economia, Jornalismo, Uncategorized

Uma resposta para “Um fato inédito (pelo menos para mim)

  1. Clara

    Cabeça da galera do Copom, dos analistas, de alguns empresarios e das classes altas: ‘Ah, chega desse consumo que endivida os ‘deslumbrados’ pobres, né?’

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s